Domingo, 24 de Junho de 2007

A 1ª webquest

A  primeira Webquest que construí foi uma Webquest de curta duração. Optei por este tipo de webquest de forma a respeitar as recomendações de Dodge  (1995), que sugere que se inicie por uma WebQuest simples, com carácter disciplinar e de curta duração.

A construção obedeceu a várias fases desde a escolha do tema, passando pela pesquisa de sites, a incluir nos recursos até ao aspecto gráfico.

A  fase que me deu mais trabalho foi a definição do aspecto gráfico, uma vez que tenho um grande "defeito", sou demasiado perfeccionista. Modifiquei várias vezes as cores, o tipo de letra, as imagens, a posição do menu (horizontal/vertical) …

Enfim, a construção da Webquest foi uma actividade desafiante e estimulante. Permitiu uma reflexão acerca da minha prática lectiva e reforçou a vontade de mudança de metodologias tradicionais por metodologias construtivistas da aprendizagem.

tags:
publicado por decastro às 23:50

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

A Webquest como investigação orientada.

Muitos de nós professores, já pedimos aos nossos alunos actividades de trabalho de grupo, em que a informação recolhida pudesse ser feita através de pesquisas via Internet. As orientações que damos (sem querer generalizar) aos nossos alunos incidem, apenas, na forma como poderão fazer a pesquisa, limitamo-nos a indicar o motor de pesquisa (geralmente o google ), a informá-los que devem introduzir uma palavra relacionada com tema do trabalho e a tentar abrir os diversos sites que aparecem, de forma a encontrar a informação pretendida.
A título de exemplo, se colocarmos a palavra poluição no motor de pesquisa, aparecem 4.800.000 (até a data desta publicaçãopossibilidades de consultas de sites. Se para nós não é nada fácil procurarmos a informação que pretendemos nessa quantidade de sites, imaginem para crianças de 10-13 anos a complexidade que será essa procura.
Para além da quantidade de sites a pesquisar também se põe o problema da credibilidade da informação disponibilizada pelos sites, tendo em conta a exactidão científica da informação.
Para resolver estes problemas, o professor pode sempre recorrer às WEBQUESTS . A webquest é “uma proposta de trabalho a ser desenvolvida em grupo, disponibilizada on-line, concebida e implementada por professores para ser resolvida por alunos, tirando partido da informação existente na web” (Dodge , 1995).
Na construção da webquest , o professor deve sempre fazer uma pesquisa de sites para avaliar o rigor do seu conteúdo e da sua adequação à idade dos seus alunos. Assim, os alunos apenas consultam os sites, seleccionados pelo professor, com conteúdo relevante para a elaboração do trabalho. Para além da disponibilização dos sites a consultar, a webquest orienta o aluno em todo o processo de resolução do trabalho e expõe a forma como os alunos vão ser avaliados.
A webquest é constituída por seis componentes: a introdução, as tarefas, o processo, a avaliação  e a conclusão ( para saber mais pormenores sobre cada um dos componentes, faça um clik sobre eles).
Esta estratégia de aprendizagem, que constitui uma actividade orientada para a pesquisa em que toda ou quase toda a informação se encontra na Web , promove o desenvolvimento de competências como a autonomia, o espírito colaborativo, a cooperação, a partilha de experiências, o confronto de ideias e a selecção crítica da informação.

Alguns links de webquests :
O perigo …das espécies em perigo
Plantas em vias de extinção
Alimentação & Saúde
A Poluição e o Ambiente
sinto-me:
tags:
publicado por decastro às 19:02

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

mais sobre mim

Questionário

pesquisar

 

Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

posts recentes

A 1ª webquest

A Webquest como investiga...

arquivos

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

links

Visitas

casino on line
Europa Casino
blogs SAPO

subscrever feeds